Brother in Arms
Sábado (23/08), a partir das 20h

É com muito ogulho que a mini apresenta uma exposição inédita no Brasil, com uma *crew* muito especial. Depois de meses, o que era virtual virou real, os artistas estão vindo !

 

Um coletivo de artistas internacionais formada pela Thunderdog Studios de Nova York pela primeira vez, no Brasil uma exposição - instalação inédita, na mini galeria. Que contará com murais dentro e fora da galeria, instalação, pinturas em papel e a nova pintura.

 

- David Flores - Los Angeles

Iraniano radicado na Califórnia, esse artista de apenas 25 anos já se consagrou internacionalmente. Começou com o estêncil graffiti em 2002. Seu estilo facilmente identificável tem sido visto em revistas de moda ,design do mundo inteiro, bem como sobre os produtos para empresas como Vans, Oakley, X-Large e de skate empresa Shorty’s, Kid Robot ( e seus inconfundíveis toyarts que lembram o mickey mouse), Vapors magazine, DC SHOES, Sony Ericson, entre tantos outros. Seus desenhos foram vistos em roupas usadas por celebridades de Paris Hilton, passando pelo lendário skatista Chad Muska, a super jogador de baseball Daisuke Matsuzaka. Depois de desenvolver uma carreira brilhante em Tóquio, finalmente, Flores volta à Los Angeles com novos trabalhos para uma série de exposições por lá e pelos quarto cantos do mundo.

- Tristan Eaton - Nova Iorque

Esse multiartista, nascido em Hollywood, trabalha com graffiti, ilustração e design de toyarts. Desde cedo, segue pintando as paisagens urbanas de onde ele viveu, incluindo Londres, Inglaterra e Detroit e Michigan. Começou trabalhando na famosa empresa de Toyarts, a Kidrobot, ao lado do proprietário Paul Budnitz, teve a chance de desenvolver o logotipo da empresa e conceber toyarts consagrados como o Dunny. Em 2003 cria a Thunderdogstudios.

Criado por Tristan Eaton em 2003, baseada no bairro do Brooklyn, Nova Iorque. O estúdio desenvolve trabalhos em diversas linguagens, que vão dos Toyarts até desenvolvimento de logomarcas, ilustrações, identidade visual, entre tantos outros. Mais famoso pela sua influência no trabalho “Designer Toys”, Thunderdog também desenvolve desenhos e livros, vestuário e acessórios para um número

cada vez maior de adeptos no mundo inteiro. Seus produtos são feitos para o

bem da arte e da diversão, em primeiro lugar. 

Outro ponto curioso é o coletivo de artistas formado pelo estúdio, sob a curadoria de Tristan Eaton, conta com artistas que vêm de toda parte do mundo com vários estilos e especialidades, mas todos partilham um elo comum na cultura que eles representam. Esta cultura é rebelde por natureza, e engloba os mundos subterrâneos do graffiti, skate, brinquedos designer, design gráfico e de outras formas emergentes arte moderna no seio da cultura pop. Com a intenção de trazer artistas de rua, para criarem toyarts, ao mesmo tempo cultivando concessão de licenças de produtos, realizando exposições e desenvolvendo projetos em todo o mundo. O Coletivo Thunderdog cultiva uma crewde artistas pra lá de renomados, e que à cada ano conta com um número crescente de artistas em ascensão no mundo inteiro, e que inegavelmente estão criando novos gêneros de arte e cada vez mais, ganhando reconhecimento generalizado. Através desta parceria, a Thunderdog Studios fornece aos membros do coletivo, acesso às novas plataformas para a inovação , desenvolvimento e criação, incluindo as mídias digitais, como a Internet e celulares, entre outros. Assim, cada membro da Thunderdog é contratado para criar algo sempre original, exclusivo e de uma forma regular.

- Calma - Brasil

Stephan Doitschinoff, aka Calma, natural de São Paulo, mas sem residência fixa desde 2004, vive e trabalha entre São Paulo, Bahia, Londres, Manchester, Madri e Barcelona. Sua formação inicia aos 16 anos quando começa a trabalhar com o cenógrafo Zé Carratú. Durante três anos, exercita a pintura em cenários dos grandes festivais de rock dos anos 90, para bandas como Black Sabbath, Bad Religion, entre outros. Após uma temporada sabática e vivencial na Europa, volta ao Brasil, funda o FACA com Carlos Dias aka ASA e, juntos produzem murais, colam posters e adesivos nas ruas paulistanas. Stephan teve a cidade como importante suporte para a sua arte. Com seu pseudônimo CALMA, intervia com posters, stencils e tags sugerindo aos passantes da grande metrópole um momento de

tensa reflexão diante do caos urbano.

Sua iconografia é marcada por um encontro entre elementos da arte sacra e alquimia, mesclados à arte urbana e a cultura pop. Filho de um pastor protestante, foi criado na igreja. Aos treze anos, busca novas referencias se envolvendo com o movimento hardcore de São Paulo e a cultura do skate. Posteriormente se torna macrobiótico e começa a estudar as religiões orientais e a psicologia junguiana. O artista aprende logo o que poderia aproveitar dos ambientes mais extremos. O gosto pela iconografia sacra não eliminou a atenção pelos ícones profanos. A sua pesquisa não se acanha frente a símbolos secretos nem à caligrafia de pichação. O modo como Stephan compõe a escrita, o desenho e a textura de fundo levam a uma combinação muito significativa, quase heráldica. Caveiras, adagas, nuvens e chaves se entrelaçam com propriedade e consistência. As imagens se tornam, ao mesmo tempo, pop e arquetípicas . Na ilustração, Stephan exerce toda a sua maestria com as imagens e suas simbologias. Tal aplicação lhe rendeu o importante prêmio Jabuti de Ilustração, em 2006, pelo livro “Palavra Cigana”, Editora Cosac Naify.

- 123Klan  - França

criado em 1992 por Klor & Scien, é o primeiro coletivo de graffiti contando com 7 artistas provenientes do lado norte da França,já foram convidados para mostrar seu estilo único e pessoal em diversos eventos, conferências, espetáculos e exposições (que incluem Lille, Dunkerque, Paris, Bruxelas, Londres, Eindhoven, Roma, Munique, Zurique, Barcelo, Toronto, Nova yoork , Singapura, Tóquio, Sydney…)

Em 1993, Klor & Scien se interessaram pelo design gráfico quando eles descobriram o trabalho do designer gráfico inglês Neville Brody, que incluia a tipografia ao design gráfico em suas criações, desde então, a arte gráfica passou a ser uma extensão lógica das suas criações no universo do graffiti. Eles produziram suas primeiras peças de graffiti digital,o 123 KLAN foi um dos primeiros a misturar graffiti e arte gráfica na web. Essa influência da arte gráfica poderá ser vista em suas paredes : “quando o street style reúne tecnologia e design gráfico ele se funde também com o graffiti”, como eles mesmos costumam dizer: “Estilo é a mensagem!”

Também é conhecidos como “vetor chefs”, realizaram trabalhos para renomados clientes, tais como: Nike, Ecko, Zoo-York, Adidas, Carharrt, Sony PSP, a revista Wired, Stussy, Majestic Atletismo para citar alguns … Hoje, o casal francês são pais orgulhosos. Com base em Montreal no Canadá, seguem em constantes turnês pelo mundo, no melhor estilo a la Bonnie & Klyde.

- Kid Acne - Inglaterra

Artista nascido no norte da Inglaterra, transita na cena do graffiti também da música ligadas ao universo do hip hop , compondo letras satíricas e de humor inteligente. Em seu segundo álbum, o Council Pop (2003), faz um elogio crítico ao Reino Unido e ao Japão. Além de críticas à cultura pop. Suas primeiras incursões criativas foram através do desenho em quadrinhos, quando começou a escrever livros e grafitar aos 12 anos, e assim gradualmente evoluiu um fascínio com a cultura hip-hop. Em 1996, ele e seus  amigos formaram um coletivo chamado o Invisível Spies, a fim de apoiar diferentes ideais referentes à arte e à música. Em 2000, o coletivo Invisible Spies se consolida como um empresa que seria também realizaria promoções de filmes e de arte Em 2001 grava seu primeiro disco solo, o Rap Traffic, recebendo positivas criticas do meio hip hop londrino e da imprensa. Em 2003, prossegue sua incursão musical e traz um mix de eletrônico ao hip hop, no disco Lexoleum.

Desenvolveu logomarcas, design de capas de discos, flyers promocionais para famosas gravadoras incluindo a Big Data, Warp Records e a Chocolate Industries e clientes como Wolkswagen, Levi’s, Fenchurch e Prada. Em 2007, lançou se álbum com a EMI / Lex Records ‘Romance Aint Dead’. Atualmente desenvolve toyarts para a Kidrobot em Nova Iorque.

Lançamento da edição de aniversário da revista paulistana +SOMA #06*

 

*Em parceria com a mais nova loja de Toyart de BH, a *Cooltoys, estarão à venda os Toyarts Dunny, Munny para serem assinados por seus criadores !! Aproveite para customizar o seu com os artistas !

Se já tiver o seu Toy, leve ele na abertura para os artistas autografarem!!!

Às 23: 15hs (sem atraso !), sairá da galeria, um transporte exclusivo para uma festa que acontecerá no Mary in Hell.

- Brothers in Arms tour 2008

 

Uma Turnê de uma semana começando pela cidade maravilhosa, passando por São Paulo culminando em Belo Horizonte, para o ponto alto da turnê, com uma super esperada e inédita exposição – instalação, na mini galeria. Logo após, o público é convidado a seguir para uma grande festa no Mary in Hell.

 

Agradecimentos muito especiais à Adriana Machado, Tristan Eaton, Stephan Doitschinoff, Jenny Fridman, Raquel Monteiro, Fernanda Gomes e equipe Mary in Hell ( Túlio, Feliz e Fael).